KUNISSAZUTI-NO-MIKOTO - IGREJA TENRIKYO AMAZONIA

Ir para o conteúdo

Menu principal:

ARQUIVOS > AS DEZ PROVIDÊNCIAS
KUNISSAZUTI-NO-MIKOTO
<A providência divina do órgão genital feminino e da conexão da pele no corpo humano, e da conexão em geral no mundo>

Revela-se no céu como a estrela Canopo. O ponto cardeal é sudeste. O seu aspecto no mar de lama na criação dos seres humanos é uma tartaruga. No corpo humano, é o trabalho da pele e do tecido subcutâneo, do tecido visceral, do músculo e do órgão genital feminino. No mundo, é o trabalho de relacionamento inter-humano, isto é, relativo à união do casal, à família, ao dinheiro e à economia. E apresentado como um elemento feminino.
Por serem envolvidos por esta providência de conexão da pele, os seres humanos e todos os seres vivos podem ter um corpo maciço. O enlace ou encontro desses corpos forma o casal e a família. O relacionamento das famílias forma a sociedade. Ainda, pelo trabalho do órgão genital feminino, nasce a criança, e torna possível a continuidade dos pais aos filhos, e destes aos netos. As economias do mundo se relacionam, e cada indivíduo pode obter as vestes, o alimento e a habitação. Tudo isso é possível graças a esta providência, denominada de Kunissazuti-no-mikoto.

A sua característica espiritual é a de ser muito resis­tente e perseverante que não se abate, de procurar emendar e ligar sem se romper, de cicatrizar o ferimento, de emendar a ruptura e de passar abaixando a cabeça como a tartaruga que se mantém sempre em baixa postura. O espírito que corresponde a esta providência é o de satisfação sincera ou tannou, de conexão ou tsunagui e de dedicação ou tsukushi. Ter o espírito de dedicar, eliminar o espírito de insatisfação e contentar-se com o que recebe dia a dia, ou seja, a dádiva diária, é a satisfação sincera. Oferecer o espírito de retribuir à gratidão por essa dádiva é a conexão. Empenhar-se de corpo e alma nos afazeres de Jiba e da igreja, visando re-formar a causa ou causalidade e adquirir virtude é a dedicação. O espírito arrogante e teimoso que vem do orgulho, o espírito cruel que, sem senso de se ligar, fere o sentimento dos outros e o espírito que mantém rancor por erro alheio não combinam com esta providência.

Se fecha o caminho de retribuir a gratidão, esquecendo a satisfação sincera e mesquinhando alguma ação, surgirão o eczema, a inflamação, o ferimento, a queimadura, a úlcera, o osteossarcoma, e outros afins. O uso errôneo dos instrumentos femininos provoca doença dos órgãos genitais como no útero.
Por isso, é muito importante a atitude de conexar, relacionar ou ligar o que está a romper-se, respondendo ter entendido quando disserem que não deve ou não pode; e a atitude de efetivar o relacionamento e dedicação de retribuir a gratidão.



 
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal