IZANAMI-NO-MIKOTO - IGREJA TENRIKYO AMAZONIA

Ir para o conteúdo

Menu principal:

ARQUIVOS > AS DEZ PROVIDÊNCIAS
IZANAMI-NO-MIKOTO
<O protótipo de mulher, a função de viveiro>

Revela-se no céu como a estrela Vega. A posição é centro (em baixo, voltado ao norte). O seu aspecto no mar de lama na criação dos seres humanos é uma cobra branca (diz-se que é um ser com o rosto e a pele humana sem escama). A denominação atribuída a este trabalho, Izanami-no-mikoto, é o nome de uma deusa mitológica do Japão consa­grada pelo Xintoísmo no lado de frente no Santuário de Ise.

Foi protótipo de mulher na criação humana com a função do viveiro. No corpo humano, a providência do útero, da menstruação e engravidação. No mundo, é o viveiro, o terreno de plantio em geral. E apresentado como um elemento feminino. Os filhos concebidos no ventre materno podem crescer assim como as plantas crescem estendendo as raízes na terra, devido a esta providência.

A sua característica espiritual é a de enraizar-se protegendo as sementes, a de gerar os filhos com risco de vida e o espírito de carinho e amor pelos filhos.
O espírito que corresponde a esta providência é o espírito de dedicação única à salvação, sem importar-se com os sacrifícios que podem advir, e o espírito de cultivar as sementes para que germinem e não se apodreçam.

A sinceridade momentânea apenas do ensejo, a mentira e a lisonja, e ainda, a insatisfação dos filhos para com os pais e destes para com os filhos, a interrupção provocada da gravidez e outros atos afins não combinam com esta providência. Surgirão como a infertilidade, as náuseas da gravidez e o abortamento ou fracasso da gravidez. Além disso, na sociedade, virão a trazer o desentendimento de relação humana na empresa ou no local de trabalho, a perda de emprego ou trabalho e a desarmonia e a ruína do lar. Por isso, é muito importante adquirir a virtude, aceitando a pureza e a impureza, o bem e o mal, tolerantemente, com o espírito amplo e magnânimo.



 
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal